Kesha do lixo ao luxo!

Desde quando estourou com o hit “Tik Tok” em todo o mundo no ano de 2009, a cantora norte-americana Kesha vem chamando a atenção não só por suas músicas, mas pelo o seu estilo marcante.

Ousada, Kesha nunca teve medo de arriscar. Ela abusava das peças descoladas, velhas e sempre misturava os estilos rock, pop e hip hop como ninguém. Mas, nos últimos anos, os pretinhos nada básicos do início de sua carreira foram substituídos por cores mais leves e o seu cabelo loiro ganhou a tonalidade lilás.

As mudanças foram muitas, mas a cantora nunca perdeu a ousadia que faz parte de sua personalidade. A menina com aparência rebelde virou um mulherão cheia de atitude e estilo.

Esta semana, Kesha se juntou ao produtor e DJ russo Zedd para uma nova versão de “True Colors“, música que dá nome ao álbum de Zedd, lançado em 2015. Para este novo trabalho, a cantora mostrou que ainda está com tudo – tanto no mundo da música, como no da moda.

Separamos para vocês as etapas mais bafônicas do estilo de Kesha, desde a sua época rebelde (algo em torno de 2009 a 2014) até o dias atuais. Tem babado, confusão e muita moda. Vem com a gente!

kesha
kesha
kesha
kesha

O “lixo chique” de Kesha

Como a própria Kesha costumava dizer, seu estilo no início da carreira era definido como garbage-chic (“lixo chique”, em tradução livre). Certa vez, ela chegou a dizer que suas peças favoritas eram as que tinha achado na lata de lixo.

Ela andava com a make e o cabelo bagunçados e com roupas largadas (e pretas, que eram suas preferidas). Os looks mais usados por Kesha eram camisetas de rock, jeans e shorts rasgados, botas velhas, leggings de diferentes estampas de animal print.

Ela abusava das texturas diferentes e não tinha medo de misturar peles, plumas, couro e uma infinidade de tecidos em uma mesma composição. Alguns falavam que a cantora assumia um estilo “forçado”, outros a idolatravam por sua coragem e autenticidade. O fato é que ela era a musa teen do momento e os seus looks faziam a cabeça das meninas (e dos meninos também) pirarem.

Os acessórios também eram marcas registrada de Kesha, que usava vários colares, pulseiras, chapéus e óculos de sol de uma só vez. Uma verdadeira mistura. Toda essa misturada – e as várias sobreposições que ela faz – já rendeu o nome trash glam para definir o seu estilo.

kesha
kesha
kesha
kesha
kesha
kesha

Ainda em sua época rebelde, o preto sempre foi o protagonista das composições de Kesha. Ela era fã do tom e o desestruturava em várias texturas diferentes. Seja em looks casuais ou no red carpet, ela abusava da cor em shorts, calças, camisetas, botas, chapéus, entre tantas outras peças que usava. Alguns críticos chegavam a dizer que a cantora forçava a imagem de rebelde.

kesha
kesha
kesha
kesha

Para dar uma quebrada no look all black, Kesha apostava em pequenos detalhes em azul. Aliás, depois do preto, essa parece ser a sua cor preferida. O azul estava presente em batons, pulseiras, relógios, sombras e vários outros acessórios.

kesha
kesha

Como já falamos por aqui, a cantora também adorava misturar tecidos. Pele, couro e lurex eram as texturas preferidas da artista. Apesar de fazer o estilo garbage-chic, Kesha costumava misturar tecidos mais sofisticados com os rústicos, causando esse efeito super moderno e autêntico. Os looks também eram cheios de detalhes, como franjas e penas.

kesha
kesha

No quesito make, Kesha nunca fez feio na ousadia. Ela apostava em maquiagens bem marcadas, com muito delineador, riscos fortes e glitter nos olhos. No red carpet, o batom quase sempre vinha em uma cor diferente, como o azul e o preto. Nessa época, a maquiagem da pop star era sempre uma das mais comentadas do evento.

kesha
kesha

Acessórios sempre foram o xodozinho da moça, apesar de hoje ela usar uma quantidade reduzida. Na época do auge de sua carreira, eram muitos brincos enormes, diversas pulseiras, braceletes e chapéu.

kesha
kesha

Ela costumava seguir a tendência boho chic, que nada mais é do que uma mistura eclética com o quê de hippie e vintage. Outros itens utilizados para compor o visual de Kesha eram os amuletos, como brincos de crucifixo, pingentes de dente e apliques de pena.

kesha
kesha

O glamour de Kesha

Não era só pelo jeito de vestir e pela boa música que Kesha chamava a atenção. A loira já esteve envolvida em diversos escândalos. Além de ter problemas com o álcool, em 2014 a cantora deu entrada em uma clínica de reabilitação para tratar transtornos alimentares. Ela também já deu várias declarações polêmicas, como na vez em que confessou que bebeu a própria urina.

Hoje, aos 29 anos, há quem diga que Kesha está em sua melhor fase. Após sua passagem pelo rehab, ela abandonou o álcool e os trapos e se tornou uma mulher linda e elegante. Ousada ela sempre será. Mas é visível o quanto a pop star se tornou uma pessoa mais madura.

Para dar um fim completo em uma fase de sua vida, a cantora abandonou o $ que carregava no nome e se tornou apenas Kesha. Vamos que combinar que é muito mais usual e bonito, não é meninas?

kesha
kesha

O cabelo foi uma das transformações mais radicais da cantora. Ela deixou de lado o sempre bagunçado loiro e tingiu as madeixas de várias cores: azul + rosa + amarelo; azul + rosa; azul; e lilás. Os fios também começaram a aparecer alinhados, hidratados e muito mais bonitos.

kesha
kesha
kesha
kesha

Kesha também adotou um estilo mais elegante e começou a aparecer com roupas com cores mais leves.

kesha
kesha
kesha
kesha

Mas não pense que a cantora largou o pretinho nada-básico tão rápido assim. Durante essa transformação toda ela continuou usando sua eterna cor preferida, mas de uma forma muito, mas muito mais elegante. Aliás, o que é esse vestido na foto abaixo, minha gente?!

kesha
kesha
kesha-15

Kesha é uma das pessoas que tem o estilo tão próprio que chega a ser difícil de definir. Ousada, autêntica e excêntrica, a cantora teve uma das mudanças mais radicais da história da música pop norte-americana. Mas não pense que todas as polêmicas acabaram lá na clínica de reabilitação.

No finalzinho de 2014, a cantora entrou com um processo contra o empresário Dr. Luke, responsável pela produção e divulgação de seu trabalho. Kesha contou ter sofrido abusos físicos e sexuais por parte do empresário.

Segundo ela, ele a drogava para facilitar o sexo e muitas vezes criticou o seu corpo, fazendo com que a moça adquirisse um transtorno alimentar (aquele que falamos lá em cima, sabe?).

Após denunciar o caso, Kesha pediu para romper o monopólio que a Sony e a gravadora Kemosabe Records têm sobre suas produções. Mas acontece que isso não aconteceu até hoje. Desde seu último lançamento, lá no ano de 2012, suas obras estão paradas. E olha que esse álbum, o Warrior, ficou em primeiro lugar na Billboard e teve vários sucessos espalhados pelo mundo.

Enquanto não resolver as condições contratuais, Kesha está impedida de trabalhar com outros produtores e de lançar novas músicas fora da produtora.

História pesada, não é? Mas não podemos nos calar e precisamos divulgar e denunciar esses tipos de agressão contra as mulheres. Desejamos muita força e sorte à linda Kesha! <3

Mais vendidos....!

You cannot access the app till you log in to www.facebook.com and follow the instructions given.
 

It’s Here!!!! #truecolors Link in bio

Uma foto publicada por Kesha (@iiswhoiis) em

 

Uma foto publicada por Kesha (@iiswhoiis) em

 

#tbt

Uma foto publicada por Kesha (@iiswhoiis) em

 

all eyes on u my pretty little kitty’s @dunyah

Uma foto publicada por Kesha (@iiswhoiis) em

 

adventures w my love

Uma foto publicada por Kesha (@iiswhoiis) em

 

Uma foto publicada por Kesha (@iiswhoiis) em

 

that time u haven’t slept in 27 hours after playing a secret show #flawless

Uma foto publicada por Kesha (@iiswhoiis) em

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.