Se você tem mais de um furo na orelha, provavelmente, já teve um momento em que combinar as joias não foi muito fácil. Realmente, combinar brincos na orelha nem sempre é tão fácil. Porém, também não é algo que seja totalmente difícil. Basta saber escolher corretamente as peças para composições lindas equilibradas. Por isso, acompanhe o post e entenda como combinar brincos na orelha com 5 ótimas dicas!

Brincos Segundo Furo

Se você tem mais de um furo na orelha é muito provável que já tenha passado por alguma dúvida na hora de fazer composições. Isso é perfeitamente normal! Mas com algumas dicas você vai ver que combinar brincos na orelha não é algo tão complicado. Confira:

Escolha brincos neutros para o segundo furo

Se você não é do tipo que faz questão de trocar os brincos diariamente essa é uma boa opção! Isso porque ao escolher um brinco neutro para o segundo furo automaticamente você estará escolhendo um brinco que vai combinar com qualquer outro que estiver embaixo.

Então, os brincos neutros geralmente são os pontos de luz ou as gotinhas pequenas com pedra branca ou preta. Procure escolher peças com o tamanho menor para poder usar diariamente sem conflitar com outros brincos ou outras joias.

Brincos de segundo furo no estilo clássico

Os brincos clássicos também são excelentes opções para usar como brincos do segundo ou terceiro furo. Isso porque os brincos clássicos combinam com tudo. Entre esses brincos clássicos destacamos os brincos pequenos de pérolas e também os brincos ponto de luz novamente. Além disso, as argolas são ótimas opções de brincos para o segundo ou terceiro furo.

Combine brincos semelhantes

Obviamente, não é necessário escolher brincos idênticos, porém é super interessante escolher brincos parecidos. Isso porque eles vão estar harmonizados, criando uma composição ainda mais incrível. Uma dica é escolher apenas uma característica dos brincos para ter semelhança com os outros.

Então, pode ser o tamanho, o estilo, o desenho. Por exemplo, usar duas argolas é incrível! Além disso, cria uma composição bem moderna! Inclusive, brincos grandes como as argolas também formam composições belíssimas quando usados juntos. Porém, é interessante que nesse caso as argolas tenham tamanhos diferentes.

Combine brincos de metais diferentes

Outra forma super legal de combinar brincos na orelha é faze uma mistura de metais. Então, você continua com a ideia dos brincos terem algo em comum, que pode ser o modelo mesmo. A partir disso, você pode combinar brincos de metais diferentes. Por exemplo, no primeiro furo você pode usar brincos de ouro e no segundo brincos de prata. Fica lindo e bem moderno. Mas quando for misturar metais prefira peças mais delicadas para a composição.

Incorpore piercings falsos

Mesmo que você não tenha mais de um furo na orelha, é possível usar mais de um brinco. Porém, nesse caso você terá que escolher um brinco de pressão ou um piercing falso. Então, você pode criar uma composição com segundo e terceiro furo ou até mais.

Nessa caso, os piercings devem também combinar com o brinco escolhido para o primeiro furo de uma forma harmônica. Por isso, é necessário escolher peças que tenham algo em comum com o brinco protagonista.

Então, resumindo, combinar brincos na orelha é fácil, embora não seja simples. Não são todos os tipos de brincos que ficam bons quando estão em uma proposta. Por isso, leve em consideração o tamanho das peças, o material, as cores e também o estilo. Dessa forma, você terá uma composição equilibrada e totalmente harmônica.

Acesse o site da Waufen e encontre muitas opções de brincos de segundo furo para complementar seu visual! A combinação dos brincos deixa a produção ainda mais divertida e fashion!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.