O anel escrava é uma peça que vem ganhando a atenção de muitos casais. E claro, muitos tem incorporado a peça no relacionamento, no lugar das alianças. Então, entenda porque esse anel escrava tem sido um modelo escolhido para essa finalidade e entenda seu significado. 

Embora, não haja muitas explicações sobre respeito essa peça, ao que tudo indica, o anel escrava é uma peça da joalheria artesanal. Ele é também frequentemente utilizado com a finalidade de ser a aliança de um casal. Então, por isso também é comum encontrar a peça nas versões prata e ouro.

Na antiga tradição egípcia, enquanto os faraós exibiam seus lindos e grandes anéis adornados com pedras preciosas, os escravos só podiam usar aros, semelhantes às alianças que conhecemos. Segundo relatos, esses anéis eram usados para identificar esses escravos.

Além desse significado histórico, o anel escrava é uma peça diferente por conter algumas gravações em seu aro que indicam sete bençãos para o casal. Por isso, ele também é reconhecido como um tipo de joia ou semijoia religiosa.

Significado do anel escrava

Esse tipo de anel tem um significado de submissão, assim como tinha quando era estabelecida uma relação senhor-escravo. Dentro dos relacionamentos, o anel significa a submissão das partes um ao outro. Falar em termos de escravidão é totalmente forte e inapropriado.

Embora, uma relação de escravidão não tenha nada a ver com amor e lealdade, esse tipo de anel escrava ainda é procurado por casais. Porém, optar por esse tipo de anel, tem como finalidade querer demonstrar fidelidade e não exatamente submissão.

Entretanto, com tantos tipos de joias e semijoias disponíveis, deve-se levar em conta se a proposta desse anel está realmente de acordo com o desejo de ambas as partes do casal. Afinal, ao longo de toda história escravidão é algo repugnado. Então usar uma peça  com essa nomenclatura pode ser um pouco forte demais para um relacionamento.

Anel escrava como talismã

Entretanto, também há quem diz que os propósitos desses anéis estão relacionados com crenças religiosas. Afinal, em todo redor do aro há inscrições. Quase sempre gravadas à mão, com desenhos que indicam 7 bençãos, segundo o talismã cabalístico.

Cabala ou Kabbalah é uma escola de pensamento com base no judaísmo. A prática se propões a fazer estudos esotéricos sobre o mundo espiritual. Então as bençãos inscritas nos anéis escrava contem sete bençãos baseadas nesses estudos cabalas.

Essas bençãos são traduzidas como: amor, saúde, prosperidade, sorte, bênçãos, alegrias, sucesso. Talvez, por conta desses significados mais profundos e positivos, é que o anel escrava é tão comumente escolhido para ser a representação do elo entre um casal.

Anel dos 7 elos

Inspirado na proposta do anel escrava, o anel dos sete elos também tem como intuito representar através de uma joia, sentimentos traduzidos do talismã cabalístico. São os mesmos propósitos apresentados anteriormente, porém sem que haja nenhum desenho em seu aro.

No caso do anel dos 7 elos, o aro do anel é composto por sete partes. Cada uma das partes representa um desses pontos de “boa sorte” já apresentados. É possível, encontrar o anel dos 7 elos em banhos e tamanhos diferentes.

Devo usar o anel de escrava?

Essa é uma pergunta que só pode ser respondida por você. Antes de ter o anel apenas pela sua estética diferente, é legal procurar conhecer seu significado e realmente a compreender seus propósitos.

Após isso, se for usado como aliança cabe ao casal saber se esse anel é de fato o tipo de joia mais apropriada. Ou então será necessário procurar algo que tenha mais a cara do casal e faça mais parte do universo dos dois.

Então, assim como muitas outras semijoias, joias e bijuterias, antes e comprar sua peça conheça sua origem e seus possíveis significados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *